História

 

HISTÓRIA

 

A Diocese de Luziânia foi criada no dia 29 de março de 1989, mediante a Bula Pastoralis Prudentia, do papa João Paulo II, pelo desmembramento das Dioceses de Anápolis, Ipameri e Uruaçu. Sua instalação oficial ocorreu no dia 10 de junho de 1989, quando da sagração episcopal e tomada de posse do primeiro Bispo, Dom Agostinho Stefan Januszewicz, OFMConv., presidida pelo então Arcebispo Metropolitano de Brasília, Dom José Freire Cardeal Falcão.

Dom Agostinho governou a Diocese até o dia 15 de setembro de 2004, depois partiu em missão para a prelazia de Tefé, na Amazônia. Nesta data, tomou posse como bispo Diocesano, Dom Afonso Fioreze, CP, até então, Bispo Coadjutor.

Situada ao Leste do Estado de Goiás, a Diocese abrange uma superfície de 16.424 Km² e, é formada por 9 (nove) municípios: Luziânia, Águas Lindas de Goiás, Cidade Ocidental, Cristalina, Mimoso de Goiás, Novo Gama, Padre Bernardo, Santo Antônio do Descoberto e Valparaíso de Goiás.

Na data da criação da Diocese, calculava-se 500 mil habitantes, assistidos pastoralmente por 5 (cinco) Paróquias: Santa Luzia (Luziânia), criada em 1754; São Sebastião (Cristalina) criada em 1954; Santo Antônio (Santo Antônio do Descoberto) criada em 1961; Nossa Senhora Imaculada Conceição (Novo Gama) e Santo Antônio (Cidade Ocidental) criada em 1979.

A situação demográfica, condicionada pela fundação de Brasília, nova capital do País, fez com que as cidades circunvizinhas crescessem surpreendentemente. Isso tornou-se um desafio para o primeiro Bispo Diocesano, pois era necessário garantir a assistência pastoral ao povo de Deus a ele confiado criando novas paróquias.

Em 1990 foram criadas as Paróquias de São Francisco de Assis (Valparaíso) e Divino Espírito Santo (Padre Bernardo); em 1993 as Paróquias Nossa Senhora da Evangelização (Catedral) e São Pedro Apóstolo (Águas Lindas de Goiás); Em 1994 São Maximiliano Maria Kolbe (Valparaíso) e Nossa Senhora Aparecida (Cristalina); Em 1997 Nossa Senhora Aparecida (Jardim Ingá) e Nossa Senhora do Perpétuo Socorro (Lago Azul). Foram oito Paróquias criadas na primeira década da existência da Diocese.

No início da segunda década, foram criadas: Nossa Senhora de Fátima (Céu Azul) e São Maximiliano Maria Kolbe (Águas Lindas) – 1999; São José (Santo Antônio do Descoberto) – 2001; Santa Terezinha do Menino Jesus (Luziânia) – 2002; Nossa Senhora de Guadalupe (Posto Ipê) – 2003; Sagrado Coração de Jesus (Valparaíso) e Nossa Senhora de Lourdes (Luziânia) – 2004. Até a posse do segundo Bispo Diocesano, a Diocese já tinha 20 Paróquias.

Sob o pastoreio de Dom Afonso foram criadas as seguintes paróquias:

 

MUNICÍPIOS QUE A COMPÕEM

 

ÁGUAS LINDAS DE GOIÁS

População estimada 2014

182.526

População 2010

159.378

Área da unidade territorial (km²)

188,385

 

CIDADE OCIDENTAL

População estimada 2014

62.903

População 2010

55.915

Área da unidade territorial (km²)

390,000

 

CRISTALINA

População estimada 2014

52.235

População 2010

46.580

Área da unidade territorial (km²)

6.162,097

LUZIÂNIA

População estimada 2014

191.139

População 2010

174.531

Área da unidade territorial (km²)

3.961,122

 

MIMOSO DE GOIÁS

População estimada 2014

2.723

População 2010

2.685

Área da unidade territorial (km²)

1.386,915

 

NOVO GAMA

População estimada 2014

104.899

População 2010

95.018

Área da unidade territorial (km²)

194,992

 

PADRE BERNARDO

População estimada 2014

30.599

População 2010

27.671

Área da unidade territorial (km²)

3.139,175

 

SANTO ANTONIO DO DESCOBERTO

População estimada 2014

69.000

População 2010

63.248

Área da unidade territorial (km²)

944,145

 

VALPARAISO DE GOIAS

População estimada 2014

150.005

População 2010

132.982

Área da unidade territorial (km²)

61,410